Anuncie Aqui topo
teste
ANTIRRACISTA SEMPRE

Vozes e insurgências negras são destaques na programação online do Museu de Arte Sacra

O equipamento cultural da Secel dá voz à luta antirracista por meio de lives que serão transmitidas de quinta a sábado

17/06/2020 16h48
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Cida Rodrigues | Secel-MT

Na programação online desta semana, o Museu de Arte Sacra de Mato Grosso (MASMT) dá voz à luta antirracista no Estado.  Com o tema ‘Vozes e insurgências negras’,  o equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) abre um espaço para que o povo negro possa falar e denunciar o racismo estrutural por meio de lives que serão transmitidas de quinta a sábado.

‘Questões sobre a diáspora haitiana no Brasil’ dá início à programação de transmissões ao vivo, na quinta-feira (18.06). O tema será exposto e debatido pela mestre em psicologia, Camila Rodrigues Francisco. Colaboradora da comissão de relações étnico-raciais do Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso (CRP-18 MT), Camila vai apresentar breves distinções teóricas, o contexto histórico e social de tais deslocamentos e os desafios dos imigrantes que escolheram o Brasil para recomeçar a vida.

Na sexta-feira (19.06), o ‘Projeto Kizomba: A rota invisível da ancestralidade negra em Cuiabá’ será apresentado pelo ativista Cristóvão Luiz Gonçalves da Silva. Atualmente coordenador do Museu de Imagem e Som de Cuiabá (MISC), o convidado é um dos idealizadores do projeto Kizomba que visa resgatar os lugares e histórias de negras e negros da cidade. O projeto traça rotas da presença negra que foram apagadas pelo racismo estrutural e insurge contra as narrativas que priorizam a ideologia do embranquecimento no centro histórico de Cuiabá. 

E no sábado (20.06) será a vez da professora e mestre em educação Benedita Rosa da Costa oferecer aprendizado sobre a ‘Memória e narrativa quilombolas’.  A professora trará exemplos e lembranças de como conhecimentos ancestrais herdados e preservados orientam os modos de vida e de produção nas comunidades remanescentes de quilombos. 

“São conhecimentos que levam à crença de que a saúde, a educação, moradia, esporte, lazer, segurança, justiça, meio ambiente e direito à terra se cruzam e se interrelacionam”, adianta a quilombola.

Além das transmissões ao vivo, o projeto MASMT em Casa divulga o quadro ‘Você Sabia?’, com vídeos de curiosidades sobre patrimônios que contam um pouco da cultura e história mato-grossenses.  Nesta quarta-feira (17.06), o tema do vídeo é a imagem de Nossa Senhora do Rosário que faz parte do acervo do museu. Datada do século XVIII, a peça é proveniente da igreja construída por um grupo de escravos compostos por negros forros e escravos libertos, chamados de ‘Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de Cuiabá’.

No domingo (21.06), a programação semanal é encerrada com a ação ‘Contos da Minha Cidade’, em que as pessoas são incentivadas a postar fotos e vídeos que contem a história ou causos de seu município. 

Toda a programação online é transmitida pelo perfil do Museu de Arte Sacra na rede social Instagram (@museudeartesacramt), sempre às 19h. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários