ALMT Campanha: Fake News Pandemia
Anuncie Aqui topo
teste
ROTAM

Rotam prende 35 pessoas, recupera R$ 25 mil e desarticula cinco quadrilhas de estelionatários em MT

Todas as ocorrências atendidas pela unidade especializada da PM constavam a participação de homens e mulheres de diferentes faixas etárias que atuavam na capital e no interior de Mato Grosso

09/09/2020 08h55
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Governo de MT

De janeiro a agosto, policiais do Batalhão Rotam da Polícia Militar prenderam 35 pessoas por crime de estelionato e apreenderam R$ 25 mil em dinheiro, quantia oriunda do crime em Mato Grosso.

Cinco quadrilhas que aplicavam golpes para obter vantagens financeiras foram desarticuladas; um prejuízo de aproximadamente R$100 mil aos criminosos.

De acordo com o levantamento realizado pela Rotam, todas as ocorrências de estelionato atendidas pela unidade especializada da PM constavam a participação de homens e mulheres de diferentes faixas etárias, tanto as registradas na região metropolitana quanto no interior de Mato Grosso. 

Na maioria das situações, a PM encontrava os golpistas em residências, quitinetes ou apartamentos bem localizadas. Os espaços quase todos eram alugados e eram utilizados para montar as chamadas “centrais do crime”. Nestes locais as quadrilhas falsificavam documentoscédulasclonavam cartões bancários e aplicavam golpes por meio de ligações telefônicas, sites de vendas pela internet ou por aplicativos de mensagens. 

Nas ações da Rotam foram apreendidos, além dos R$ 25 mil em dinheiro, 31 aparelhos celulares135 chips para telefone17 folhas de cheques em branco14 joias23 cartões de crédito, dentre outros objetos como máquinas de cartão, comprovantes bancários e documentos pessoais. 

Uma das mais recentes prisões de golpistas realizadas pela Rotam da PM foi registrada no dia 14 de agosto, em um condomínio no bairro Renascer, em Cuiabá.  Os policiais que estavam em patrulhamento tático receberam uma denúncia via 190, de uso de drogas em uma das residências do local.

A equipe foi até o endereço e encontrou um suspeito fazendo uso de maconha. Ao verificar a residência, a Rotam se deparou com uma espécie de “laboratório” de falsificação de documentos e fraudes. Os militares apreenderam 38 cédulas de identidade49 holerites19 fotos para documentos53 comprovantes de endereço e R$ 1.750 em dinheiro. Quatro pessoas foram presas por estelionato, formação de quadrilha, dentre outros crimes. 

O comandante da Rotam, tenente-coronel Paulo César conta que a maioria das ocorrências surgiram a partir de denúncias pela 190 e por meio do patrulhamento tático nas ruas; com a checagem de veículos, abordagem a pessoas suspeitas e até em ocorrências envolvendo o tráfico ilícito de drogas. 

“Durante os atendimentos, a Rotam, de forma ostensiva, verifica tudo por meio da checagem de documentação, abordagem pessoal e veicular. Com a colaboração da população pelas denúncias via 190 conseguimos evitar que mais pessoas de bem fossem vítimas e caíssem nos golpes dessas quadrilhas que sustentam todo e qualquer tipo de crime; receptação, tráfico de drogas, estelionato, roubos e furtos e outros”, explicou o tenente-coronel.

Ele alerta a população dizendo que “é importante ficar atento a ofertas boas e baratas demais, desconfiar de ligações de banco ou de oferecimentos de ajuda. Esses criminosos tentam convencer a vítima de que a oportunidade é única e de que o falso negócio será vantajoso para os clientes. Qualquer desconfiança chame a polícia”. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários