Anuncie Aqui topo
Campanha Consertamos MT (outubro)
teste
FUTEBOL

Vasco e Flamengo se enfrentam em momentos distintos no Brasileirão

Cruzmaltino passa por crise enquanto Rubro-Negro luta pela liderança

10/10/2020 09h08
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Agencia Brasil

Vasco e Flamengo entram em campo neste sábado, às 17h (horário de Brasília), em São Januário, em momentos completamente distintos. O Clássico dos Milhões abre a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro e, mesmo sem público, o estádio de São Januário vai ferver. 

Vasco em crise

O Gigante da Colina vem de quatro jogos sem vencer na competição, sendo um empate e três derrotas. Sofreu sete gols nos últimos dois jogos e marcou apenas um. Para piorar, o clube demitiu o técnico Ramon Menezes e toda a comissão técnica após perder para o Bahia na última quarta-feira (7). Como se não bastasse, o Vasco está há menos de um mês da eleição presidencial, e a tensão política cresce a cada momento. 

No meio de toda a crise, sobrou para o técnico do sub-20, Alexandre Grasseli, comandar a equipe contra o rival enquanto o Vasco não confirma quem será o novo comandante. O treinador de 46 anos falou sobre a expectativa para o clássico deste sábado: “Sempre uma emoção muito grande. Sendo um funcionário do clube e envolvido no dia a dia, tendo uma grande oportunidade de estar à frente num clássico tão importante e valorizado por todos nós. É uma grande responsabilidade e, sem dúvida alguma, um grande privilégio. Vamos tentar aproveitar da melhor forma possível. O primeiro contato com os atletas foi muito bom e acredito que tudo vai correr bem à medida que a gente continue firme com o pensamento de fazer uma boa partida e se apresentar bem em São Januário”.

Vasco e Flamengo entram em campo neste sábado, às 17h (horário de Brasília), em São Januário, em momentos completamente distintos. O Clássico dos Milhões abre a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro e, mesmo sem público, o estádio de São Januário vai ferver. 

Vasco em crise

O Gigante da Colina vem de quatro jogos sem vencer na competição, sendo um empate e três derrotas. Sofreu sete gols nos últimos dois jogos e marcou apenas um. Para piorar, o clube demitiu o técnico Ramon Menezes e toda a comissão técnica após perder para o Bahia na última quarta-feira (7). Como se não bastasse, o Vasco está há menos de um mês da eleição presidencial, e a tensão política cresce a cada momento. 

No meio de toda a crise, sobrou para o técnico do sub-20, Alexandre Grasseli, comandar a equipe contra o rival enquanto o Vasco não confirma quem será o novo comandante. O treinador de 46 anos falou sobre a expectativa para o clássico deste sábado: “Sempre uma emoção muito grande. Sendo um funcionário do clube e envolvido no dia a dia, tendo uma grande oportunidade de estar à frente num clássico tão importante e valorizado por todos nós. É uma grande responsabilidade e, sem dúvida alguma, um grande privilégio. Vamos tentar aproveitar da melhor forma possível. O primeiro contato com os atletas foi muito bom e acredito que tudo vai correr bem à medida que a gente continue firme com o pensamento de fazer uma boa partida e se apresentar bem em São Januário”.

Grasseli terá desfalques importantes para o confronto deste sábado. Lesionados, Ricardo Graça e Juninho estão fora. Bruno Gomes foi expulso contra o Bahia e cumpre suspensão automática. O Vasco deve entrar em campo com Fernando Miguel; Pikachu, Miranda, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Marcos Júnior e Benítez; Vinícius, Germán Cano e Talles Magno. 

Em busca da liderança

Do lado Rubro-Negro a situação é completamente diferente. Na terceira posição do Brasileiro e com duas vitórias consecutivas, o técnico Doménec acertou a equipe e o atual campeão já ameaça o líder Atlético-MG, que está três pontos na frente.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários