teste
Anuncie Aqui topo
ENTREVISTA

Entrevista com a candidata a prefeitura Michele do Banco

Em nenhum momento pensei em desistir. Pelo contrário, a cada ataque, senti ainda mais vontade de sair para pedir votos.

12/11/2020 18h35Atualizado há 2 semanas
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Da redação

Nessa reta final, a candidata Michele do Banco, da coligação Progresso, Fé e Honestidade (PP/PSC), faz um balanço sobre a eleição, lamenta as fake news, as compras de votos e o baixo nível da campanha.  Ela comenta que o fato de não trocar votos por lotes ou qualquer beneficio ilícito, lhe dá a certeza que seus votos serão de pessoas conscientes e dispostas a mudar. Quanto ao Plano de Governo, Michele destaca que suas propostas foram baseadas em uma pesquisa técnica, que detectou 135 possíveis fontes de recursos disponíveis nos governos federal, estadual, parcerias públicos privadas, concorrências públicas, editais nacionais e internacionais, entre outras. Para isso, basta o município ser eficiente e se habilitar para ter acesso.  

Noticias de Chapada  Começamos essas eleições  em Chapada dos Guimarães com atentados, num clima de ameaças contra os candidatos e suas famílias. Como a sra avalia essa situação, em algum momento chegou a duvidar sobre se valeria a pena encarar o baixo nível eleitoral? 

 Michele - Em nenhum momento pensei em desistir. Pelo contrário, a cada ataque, senti ainda mais vontade de sair para pedir votos. Eu não esperava e lamento que o nível tenha baixado tanto. A primeira reunião que fizemos com a equipe de coordenadores foi interrompida por um telefonema ameaçando minha família e a de todos envolvidos na campanha.  Espalharam fake news, fizeram acusações mentirosas, com provas consideradas tão ilícitas que a Justiça nem acatou o pedido de abertura de investigação.  Em todos os casos, fiz boletim de ocorrência e não perdi tempo me preocupando. 

Notícias de Chapada Qual o balanço que a Sra faz das eleições em Chapada dos Guimarães? 

Michele - Acho que vivemos uma situação inédita, nunca tivemos tantos candidatos concorrendo. Isso torna essa eleição ainda mais imprevisível.

Estamos enfrentando as forças da corrupção e poder econômico, com muitos esquemas de compras de votos e disseminação de fake news. Por outro lado, em contato com as pessoas durante a campanha, senti que estão cansadas dessa velha maneira de fazer política.

Então o balanço da minha campanha é positivo. Gosto do contato direto com as pessoas e sou muito grata pela maneira como fui bem recebida em todos os lugares por onde passei para pedir votos. Tenho fé que nosso projeto de governo, baseado na honestidade e eficiência, será vitorioso em Chapada dos Guimarães. 

Noticias de Chapada  Na sua avaliação, a corrupção pode afetar o processo eleitoral a ponto de mudar os resultados da eleição? 

Michele -   A disputa é voto a voto, por isso a compra de votos torna o processo desigual, injusto e ilegal.  Mas tenho fé que não vão conseguir comprar votos suficientes, as pessoas estão cansadas  das manipulações da velha política. Muitas vezes aceitam os benefícios,  mas não trocam o voto. 

Nós temos a alegria e a certeza de saber que cada voto recebido é consciente, todos os votos na Michele e no pastor Erlindo são de pessoas que querem uma gestão honesta e humana. Ao digitar o número 11, o eleitor vai dar um voto de confiança para uma nova maneira de fazer politica e de administrar a cidade. Meus votos não serão trocados por lotes ou qualquer outro beneficio ilegal. 

Noticias de Chapada Sabemos que, historicamente, o cargo de vice exerce uma função importante em Chapada. Qual o critério para escolha do seu vice e que setores ele agrega?  A sra acha que o fato de ser evangélica e ter um pastor como vice vai agregar mais votos? 

Michele – É importante esclarecer que nosso compromisso é com um governo laico, que respeita e abriga todas as crenças e religiões. Pessoalmente fizemos nossas escolhas religiosas, mas institucionalmente, a gestão é laica. 

 Eu sou evangélica e tive a graça de receber o apoio e ter como vice o pastor Erlindo, um homem honesto, com uma longa folha de serviços prestados e vasta experiência em segurança pública. Com a sua contribuição, nosso Plano de Governo é o único que tem proposta para segurança pública. Então acredito que exista uma forte empatia com as pessoas evangélicas,  já que defendemos os mesmos valores, mas  vamos trabalhar para todos, independente de diferenças políticas ou religiosas. 

Noticias de Chapada Que setores sua candidatura representa ou tem maior inserção política? 

Michele -  Eu fiquei conhecida pelo trabalho no banco, mas fiz a campanha para me eleger vereadora sozinha, não devo meu mandato a ninguém, só fiz compromissos com o povo. O mesmo estou fazendo agora, uma campanha humilde, honesta, sem compra de votos e com um programa de governo que prioriza o amor ao próximo. Estou comprometida com todas as pessoas e todos os setores da cidade.  

Noticias de Chapada  Qual o diferencial de seu plano de Governo?  O que merece maior destaque nas propostas para cidade? 

Michele -  Acho que o diferencial do nosso Plano de Governo é a preocupação de só firmar compromissos possíveis de realizar.  Não queremos apenas um texto bonito, cheio de propostas vazias, que depois da eleição são esquecidas. Nós somos o novo, queremos fazer diferente. 

Por isso, nossa equipe técnica, liderada pela ex-secretária Municipal de Planejamento, Cláudia Maria Borges, fez uma pesquisa profunda, onde foram detectadas 135 possíveis fontes de recursos, sendo 33 só na educação, disponíveis nos governos estadual, federal, parcerias públicos privadas, concorrências públicas, editais nacionais e internacionais, entre outras. É claro que será necessário eficiência para habilitar o município e ter acesso aos recursos.  Vamos trabalhar para isso. 

Queremos fazer uma gestão humanizada e sustentável, inovar e melhorar a educação, a saúde, assistência social e agricultura.

E dar atenção especial a infraestrutura. Acho que construir estradas e pontes também é cuidar das pessoas. Acabar com a poeira ao asfaltar uma rua é cuidar da saúde das pessoas, escoar produção, estimular o turismo e gerar empregos é cuidar das pessoas. Esse é nosso objetivo maior. 

Noticias de Chapada A senhora sente que está preparada para ser prefeita de Chapada dos Guimarães?

Michele - Sim. Garanto aos eleitores que tenho experiência em honestidade e ética. Estou preparada para priorizar o bem estar das pessoas,   principalmente as mais humildes e vulneráveis. Estou preparada para proteger nossas crianças, mulheres, idosos e os animais abandonados nas ruas. Quero ajudar a acabar com a desigualdade social e proporcionar melhor qualidade de vida para quem nasceu aqui ou escolheu Chapada para morar. Sou formada em Direito, atualmente faço graduação em gestão pública, e conto com uma equipe técnica preparada para tornar realidade as propostas do nosso plano de governo.

 

 Então, garanto que tenho capacidade para fazer uma boa gestão, só não estou preparada para aceitar corrupção e politicagem. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários