Pelé supermercado
Selko Internet superbanner
O PÁTIO

A IMPORTÂNCIA DE UM PÁTIO DE ESCOLA

FRAGMENTOS DE SERRA ACIMA

15/05/2021 09h09
Por: Prof. Eduardo Rocha
Fonte: Profº Eduardo Rocha
Foto: Profº Eduardo Rocha
Foto: Profº Eduardo Rocha

Seguindo os rumos da pesquisa para entender as Inúmeras Chapadas dentro de Chapada dos Guimarães, em uma dessas viagens que totalizaram 1300 km visitando várias comunidades chapadenses, tive vários momentos de reflexão sobre esse nosso município que tanto amo. Chapada dos Guimarães é gigante e não consigo parar de dizer isso.

Uma dessas minhas reflexões foi sobre a articulação entre os moradores das comunidades rurais e a importância das escolas em cada uma delas. Na maioria das comunidades que rodamos, alguma escola pública tinha por lá. Seja Municipal ou Estadual.

Nós, que moramos na cidade, por muitas vezes só pensamos na escola como um lugar onde nossos filhos, netos, parentes, professores frequentam e trabalham. Apenas um cotidiano ambiente de trabalho ou estudo. E esse espaço se torna comum para uma parcela muito pequena da comunidade.

Mas, para quem convive, conviveu ou simplesmente conhecem as comunidades rurais sabem a importância que uma escola tem para o local. Vai além da formação e dos estudos dos moradores. A escola se torna um centro de fortalecimento de vínculo. É a cozinha que se torna coletiva. É o refeitório que se torna coletivo. São as salas que comportam as reuniões das lideranças. Se torna um lugar de formação política de cada cidadão. Se torna uma relação de carinho, de pertencimento. De AFETO.

Tive o prazer de conhecer escolas da Barra do Bom Jardim, Água Fria, Cachoeira Rica, Jangada Roncador, Córrego do Campo, Mata Grande, João Carro e PA Quilombo. São locais importantes que se constroem nas comunidades. São os laços afetivos que se mantém. Em algumas, por muito tempo ficou sem atenção do poder público. Mas, a comunidade cuidou com muito zelo da forma que pode.

Para uma comunidade, muito antes de chegar a base de uma associação, veio uma escola onde o pátio é o espaço comum a todos. Então, eu como Professor, em cada visita ficava emocionado e reflexivo. Quando via alguma escola abondada há anos, percebia que ela só fica assim quando o intuito do poder público é apenas fragmentar os vínculos e as relações que aquela comunidade tem com seu local de origem.

A cada escola esquecida, é um novo lago do manso que nasce afogando uma comunidade. A cada escola reformada, mantida e aproveitada, é garantida a chance da  manutenção dos vínculos com sua história e com o seu Lugar.

Assim como finalizei em alguns outros artigos, penso que entre pontes e estradas. Entre rios, riachos, lagos e lagoas. Entre pessoas e histórias. Me torno ainda mais chapadense quando conheço esses lugares onde, por muitas vezes, o que mantém os vínculos da comunidade é um pátio de uma escola.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários