Pelé supermercado
Selko Internet superbanner
CASO NICOMEDES

Aposentado foi morto porque ouviu nome de criminoso no cativeiro

Um dos envolvidos no crime trabalhou com pedreiro na casa de Nicomedes Francisco Pinto Lopes

02/06/2021 07h28Atualizado há 3 semanas
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Polícia Civil-MT

foi cometido para encobrir e garantir a impunidade do roubo. Enquanto a vítima estava sendo mantida em cativeiro, um dos assaltantes chamou o comparsa pelo nome.  

Nicomedes Francisco Pinto Lopes, de 69 anos, morreu pois um os criminosos teve identidade exposta enquando ele estava em cativeiro. O homem já havia prestado serviços de pedreiro para a vítima. Por temor de ser reconhecido posteriormente, o grupo acabou matando o servidor. 

O caso - que inicialmente foi tratado como latrocínio - tem especificidades diferentes.  

“Com os elementos colhidos durante a investigação, fica claro que foi um crime de roubo majorado com a restrição da liberdade da vítima e uso de arma de fogo que evoluiu para um crime de homicídio”, diz 

As investigações ainda estão em andamento e, segundo o delegado, está em uma etapa crucial para identificar a ação individual de cada participante. A partir das prisões, novos depoimentos serão coletados para o processo de individualização da ação.  

A operação cumpriu 16 mandados judiciais, dentre eles oito de prisões temporárias e preventivas. Cinco suspeitos foram presos e três seguem foragidos.  

Crime 

O corpo de Nicomedes Lopes foi encontrado na manhã do dia 25 de março, nas proximidades do Distrito da Guia. O aposentado apresentava duas perfurações de arma de fogo. 

O crime ocorreu na noite de 21 de março em Chapada dos Guimarães e começou a ser descoberto quando um dos filhos de Nicomedes recebeu uma mensagem no celular informando sobre uma transferência bancária de seu pai, por meio de PIX. 

A partir daí ele descobriu outras transações bancárias e resolveu ir até a casa do pai, não o encontrando. 

A Polícia Civil segue com as investigações e apura se o crime cometido contra o aposentado teve alguma indicação, ou informação privilegiada.  

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários