Selko Internet superbanner
Pelé supermercado
EU FRIDA

CASA DI ROSE RECEBE EXPOSIÇÃO DE ARTES VISUAIS “EU FRIDA, TODAS FRIDA”

Frida Kahlo foi umas das mais importantes pintoras mexicanas do século XX, e destacou-se por ser uma artista singular. Ficou bastante conhecida pela sua obra autobiográfica, onde retratava suas angústias pessoais. E ela é o tema da exposição da artista visual Meg Marinho, “EU FRIDA, TODAS FRIDA”

03/07/2021 08h51Atualizado há 1 mês
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Roseli Mendes Carnaíba

Quando adolescente, Meg nem sabia que a Frida existia, mas costumava usar saias e colares como os dela e, como seus cabelos eram longos, o penteado com tranças presas em cima da cabeça era muito usado. Quando viu pela primeira vez a foto da Frida foi como se a conhecesse há muito tempo, conta. E, quando assistiu ao filme e conheceu sua história passou a admira-la e a pesquisar mais sobre ela.

A força da mulher Frida diante de tantas dores e doenças físicas chamaram sua atenção, já que teve alguns desconfortos na vida, como a perda de um bebê 24 horas após o parto; uma pancreatite severa, que a fez receber transfusão de sangue durante 30 dias ininterruptos; uma cirurgia que a fez perder os órgãos reprodutivos; a perda da mãe com aneurisma; e uma irmã com câncer de mama, que devido a uma medicação teve trombose e perdeu os pés. Dores pavorosas e que, graças a determinação da Frida, serviu de inspiração para pinta-la e admira-la. “Ela pode ser, para muitas mulheres, o símbolo do feminismo e do comunismo, mas a vejo como força determinante enquanto mulher e artista, que chegou na sua exposição em cima de uma cama, sorrindo e distribuindo força e esperança aos convidados.

Frida é como se fosse alguém que já tivesse convivido comigo, uma parte do meu passado. A Casa Azul, a pintura, o amor por seu marido, tem muito do que vivi, por isso “EU FRIDA, TODAS FRIDA”. Todas as telas que pintei são as minhas imagens como Frida”, diz Meg. Margareth Marinho Bernardes nasceu em Aquidauana, Mato Grosso do Sul, em 1964, e veio morar em Cuiabá quando tinha 7 anos de idade. Formou-se em Publicidade e Propaganda, com pós-graduação em Arte e Cultura. Começou a pintar aos 12 anos e aos 13 frequentava o ateliê livre da Fundação Cultural, hoje Palácio das Instruções. Foi aluna de Dalva de Barros, juntamente com Adir Sodré, Gervane de Paula, João Pedro e Benedito Nunes.

A partir de 2014 participou, por 3 anos, do ateliê livre do Sesc Arsenal, e 2 anos no ateliê livre Benedito Nunes na Casa da Cultura. Em 2016 inaugura o Ateliê Casa de Arteira, em Cuiabá. Hoje em Chapada dos Guimarães. Participou de 18 exposições e seu estilo passeia entre a Pop Art, o fauvismo, surrealismo e o figurativo. "Essa exposição traz a Frida que carrego comigo e todas as possíveis versões que a vejo. Frida Khalo para mim é um exemplo de força e determinação", diz Meg.

* Roseli Mendes Carnaíba é publicitária, produtora cultural e proprietária do centro cultural Casa di Rose em Chapada dos Guimarães. SERVIÇO: Exposição de Artes Visuais: “EU FRIDA, TODAS FRIDA” Data: de 6 a 20 de julho, das 15h às 21h Local: Casa di Rose, Rua 6, 105, Bom Clima, Chapada dos Guimarães, MT Agendamento: (65)99941-6937 (whatsapp)

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários