Pelé supermercado
Selko Internet superbanner
Cultura Solidária

Vida livre dos elefantes no Santuário de Chapada é tema de exposição no Goiabeiras Shopping

Visitantes podem fazer doações de itens alimentícios e recursos financeiros para apoiar o Santuário de Elefantes Brasil

03/07/2021 10h25Atualizado há 1 mês
Por: Luciana Bonfim
Fonte: Da assessoria

Elefantes resgatados de cativeiros e que foram submetidos a precárias condições em anos de isolamento ganham a oportunidade de reabilitação em uma instalação segura e confortável, em um santuário no município de Chapada dos Guimarães (MT), longe dos olhos de visitantes.

Mas a rotina desses fascinantes mamíferos pode ser conferida na exposição “Freedom, a Vida Livre no Santuário de Elefantes Brasil”, no Goiabeiras Shopping, em Cuiabá. Além de fotos, a mostra reúne curiosidades e informações sobre o refúgio, único santuário de elefantes da América Latina. A visitação é gratuita e segue até 30 de agosto, no espaço Goiabeiras Cultural, localizado no 1° piso do mall.

A gerente de Marketing do Goiabeiras Shopping, Aline Ferraz, explica que a mostra tem a finalidade de apoiar o santuário com doações, mas também de conscientizar a população sobre os problemas enfrentados pelos elefantes em cativeiro.

“Por séculos esses animais foram explorados e retirados de seus habitats naturais. Na exposição, os visitantes poderão conhecer o trabalho do santuário, localizado aqui pertinho de nós, em Chapada dos Guimarães, e que realiza um trabalho incrível”, frisa Aline.

A exposição ainda integra a programação das comemorações dos 32 anos do Goiabeiras Shopping, completados no dia 27 de junho. O shopping foi o primeiro centro de compras inaugurado na capital mato-grossense e marcou a história de gerações.

Outro propósito da mostra é angariar doações de itens alimentícios e recursos financeiros para ajudar no trabalho realizado pelo santuário, organização sem fins lucrativos que atua desde 2010 com o objetivo de resgatar elefantes em situações críticas em zoológicos, circos e propriedades rurais.

As doações de camomila, vinagre de maçã, farelo de arroz, melaço de cana, pasta de amendoim e Froot Loops (cereal composto de milho, trigo, aveia e aroma de frutas), preferido da elefanta Rana, resgatada em 2018 em Aracaju (SE), poderão ser realizados em um espaço de donativos na própria exposição.

Para o diretor do Santuário de Elefantes Brasil, Daniel Moura, a sensibilidade e a forma que o Santuário foi acolhido pela família Goiabeiras Shopping em sua própria "casa", possui um valor inestimável. "É o reconhecimento de um trabalho árduo, desenvolvido com muito amor, responsabilidade e profissionalismo, que se traduz em forma de exposição, trazendo detalhes de como a união entre a sociedade, empresários conscientes e ONGs pode transformar a vida de milhares animais que passaram, e ainda passam, por tanto sofrimento".

Ele reforça que somente através da sensibilidade, divulgação e doações é que o Santuário de Elefantes Brasil consegue proporcionar uma nova oportunidade para que os elefantes, que foram explorados, possam viver uma vida digna em um espaço natural com milhares de metros, na companhia de uma manada.

Flash Day Tattoo

No dia 01 de agosto, durante a mostra, o shopping vai promover o Flash Day Tattoo, cujos recursos arrecadados serão destinados ao santuário. O evento beneficente contará com as participações dos tatuadores profissionais Guilherme Morais (@guillystattoo), Kairós Tattoo (@kairostattoo), Pedro Wagner (@pedrowagnerarte) e Lagarto Tatuador (@lagartotatuador).

Serviço
Exposição “Freedom, a Vida Livre no Santuário de Elefantes Brasil”
Data: até 30.08
Horário: das 10h às 22h
Local: Goiabeiras Cultural, 1° piso, Goiabeiras Shopping. Entrada gratuita
Informações: www.goiabeirasshopping.com.br
Saiba mais sobre o santuário pelo site https://elefantesbrasil.org.br/

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários