Pelé supermercado
Selko Internet superbanner
LAGO DO MANSO

Grande quantidade de peixes mortos são encontrados por piscicultores no Lago do Manso em Chapada dos Guimarães

Sema diz que mortandade por ser por falta de oxigênio na superfície, devido a troca térmica da superfície com água mais profunda

06/07/2021 08h07Atualizado há 4 semanas
Por: Luciana Bonfim
Fonte: G1

Vídeos feitos por um pescador mostra uma grande quantidade de peixes mortos no Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães. Empresários que atuam na região afirmam que os peixes mortos começaram a aparecer pouco depois do fim da frente fria. 

As imagens mostram uma grande rede de pesca lotada de peixes mortos. Além da rede, os pescadores também utilizam um barco para conseguir recolher a grande quantidade de animais mortos. (Veja vídeo abaixo) 

Em um dos vídeos, os trabalhadores estimam a quantidade de peixe morto na região. “Quarenta toneladas de peixe morto. É complicado né?”, diz um dos piscicultores.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) informou que tomou conhecimento do fato e que irá verificar a ocorrência. 

A secretaria observa que o fenômeno na água, registrado pelos pescadores, aparenta ser ocasionado por desestratificação térmica, que significa a falta de oxigênio na superfície por troca térmica da superfície com água mais profunda. 

Já em outro vídeo, o pescador fala sobre o lago.

"Dá uma olhada na situação da água do manso e olha a espécie de peixe que eu encontrei. Quatro piranhas. Encontrei nas margens do lago, beirando o aterro. Olha a cor da água do lago depois do frio", diz.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários