Notícias de Chapada
ESTADUALIZAÇÃO

Governador critica Bolsonaro por não investir no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães

"O fato é que o governo federal não investiu e não deixou nós investirmos ali, porque nem o projeto do Véu das Noivas, que está pronto e foi apresentado, não recebemos autorização para seguir em frente"

16/12/2021 08h07
Por: Luciana Bonfim
Fonte: GD - Pablo Rodrigo e Khayo Ribeiro

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a criticar o governo Jair Bolsonaro (PL) por não ter cedido o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães para estadualização. Mendes condenou a falta de investimento na área.  

"Nós fizemos um pleito ao governo federal para que nós pudéssemos ter o controle daquele parque. Verbalmente negaram dizendo que iriam fazer privatização, e estão falando isso há 3 anos e até agora não aconteceu, não sei se vai acontecer no ano que vem. O fato é que o governo federal não investiu e não deixou nós investirmos ali, porque nem o projeto do Véu das Noivas, que está pronto e foi apresentado, não recebemos autorização para seguir em frente", disse nesta segunda-feira (13).  

Mendes garante que o Parque da Chapada dos Guimarães teria maior investimento se estivesse sob a tutela do governo do Estado, para fomentar o turismo. "[O turismo] na Baixada Cuiabana é uma das principais fontes de renda que nós podemos construir nos próximos anos, e o parque é um atrativo de grande potencial, mas de baixo infraestrutura, o que acaba não potencializando aquilo traduzindo aquilo em realidade", completou.   

O pedido foi feito em julho deste ano durante uma reunião com o presidente Bolsonaro em Brasília. Mendes afirma que sua gestão teria uma estratégia de grandes investimentos na área de turismo, e que, como parque estadual seria mais fácil concluir projetos, principalmente sobre as questões ambientais.     

"Ele está sendo cuidado dentro de uma diretriz estabelecida pelo ICMBio e nós achamos que podemos fazer algo diferente e melhor. Manter essa preservação que é necessária, porém criar muitas mudanças que permitirão uma melhor utilização tanto dos mato-grossenses quanto de turistas que queremos atrair para o parque", disse na época.       

O governador disse que o presidente afirmou ter encaminhado o tema ao Ministério do Meio Ambiente.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários