Sexta, 20 de Maio de 2022
65 99313-1286
Saúde REFORÇO

Secretários aprovam aplicação de dose adicional em idosos de 80 anos ou mais

Municípios devem aplicar prioritariamente as doses de Astrazeneca que já estão armazenadas nas respectivas cidades, visto que o prazo de vencimento dos imunizantes está próximo

21/03/2022 09h39
Por: Luciana Bonfim Fonte: GOVERNO DE MT
Foto por: Christiano Antonucci
Foto por: Christiano Antonucci

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta pelos secretários Municipais de Saúde, decidiu, por meio de Resolução Nº 23, aprovar a aplicação de dose adicional do imunizante Astrazeneca em pessoas com 80 anos ou mais que já concluíram há quatro meses o esquema vacinal, ou seja, que receberam a primeira, segunda dose e a dose de reforço.

A dose adicional da Astrazeneca para este público é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Conforme o documento, os municípios devem aplicar prioritariamente as doses que já estão armazenadas nas respectivas cidades devido ao prazo de vencimento dos imunizantes, que está próximo.

Um levantamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) apontou um estoque de 63.755 doses de Astrazeneca armazenada nos municípios do Estado com a validade próxima do vencimento. Desse total, 28.765 vence no dia 22 de março; 6.180 com vencimento para o dia 23 de março e 25.810 com prazo de validade para o dia 25 de março.

A comissão orienta que os municípios que constatarem que o estoque disponível de vacina é superior à população de 80 anos, deverão disponibilizar essas doses extras à sua regional de saúde para redistribuição aos municípios que estão sem estoque.

Conforme o secretário adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde, Juliano de Melo, uma pesquisa disponível no MedRxiv, site que distribui versões pré-publicação de artigos científicos sobre ciências da saúde, divulgou um estudo demonstrando que as taxas de Covid-19 confirmadas e manifestações graves da doença foram menores após uma quarta dose, em comparação às três doses. “Essa dose adicional aos idosos contribuirá para manutenção da eficácia da vacina, pois este é um público muito suscetível à evolução grave do coronavírus caso seja contaminado”, pontua o adjunto.

Juliano explica que essas doses em estoque no município já vieram com baixo prazo de validade. Elas tinham sido designadas para uma estratégia específica de vacinação definida pelo estado, mas que não foi regularmente seguida, por isso o alto estoque. “A ampliação do público a receber a dose adicional já está sendo discutida pelo Governo Federal. O colegiado apenas antecipou essa decisão”, ressalta o gestor.

Atualmente, em Mato Grosso, o público de imunossuprimidos pode receber o total de quatro doses da vacina, sendo a primeira e segunda doses, dose adicional e dose de reforço. Com a ampliação da imunização, as pessoas de 80 anos ou mais também receberá o total de quatro doses.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias